NÃO DÊ TANTA IMPORTÂNCIA PARA O NÚMERO DA BALANÇA

9 de outubro de 2019 por Temistocles Neto0
WhatsApp-Image-2019-10-09-at-05.14.11-1200x1200.jpeg

Se você está fora de forma, acompanhar seu peso com regularidade aliado a hábitos de vida saudáveis e acompanhamento médico com certeza fará com que você tenha bons resultados – recuperar a boa forma e principalmente a sua saúde.
.
Mas será que o peso somente, de forma isolada, pode traduzir fidedignamente o que está ocorrendo com sua composição corporal? Se você comparar o volume de um quilo de músculo e de um quilo de gordura verá que o volume da gordura é bem maior que o volume do músculo, apesar de ambos pesarem a mesma coisa.
.
Assim chegamos a conclusão de que somente o peso não nos diz muita coisa sobre como está sua composição corporal. O seu peso nada mais é do que “a força exercida sobre um corpo por ação da gravidade da terra contra uma superfície que impeça sua queda”.
.
Quando você sobe em uma balança o que ela indica é simplesmente essa “força” – expressa em kg – mas se por exemplo você pesa 70kg, a balança não vai te indicar como esses 70kg estão subdivididos.
.
E por que conhecer a composição corporal é importante? De uma maneira simplificada, sua massa muscular e sua massa de gordura tem comportamentos metabólicos totalmente distintos – o que influencia diretamente na sua capacidade de manter seu peso ideal ou de perder peso, caso você esteja acima do peso.
.
Ok, mas como podemos avaliar a composição corporal?

Há diversos métodos possíveis, variando em precisão, custo e comodidade para o paciente. O considerado mais preciso é o DEXA (double energy X-Ray) mas há o inconveniente da exposição a radiação o que impede o acompanhamento repetidas vezes da composição corporal. Outros métodos são o ultrassom e a bioimpedância. Atualmente o método não invasivo mais preciso, indolor e cômodo é a bioimpedância tetrapolar multifrequência. Em aproximadamente 1 minuto você realiza o exame e tem várias informações sobre sua composição corporal, como volume de água corporal, massa muscular, massa de gordura, massa mineral óssea, taxa metabólica basal, entre outras.

Além disso o exame permite segmentar a massa de gordura e massa muscular por segmentos corporais (braços, pernas e tronco – a temida gordura visceral, associada a maior risco de doenças cardiovasculares) – uma avaliação precisa e completa sobre sua composição.

O exame em si consiste em um equipamento que passa uma corrente elétrica de baixa amplitude e alta frequência (na verdade quanto maior o número de frequências mais precisa a leitura) e baseado na “resistência” de cada segmento corporal a essa corrente, temos a medida de que tipo de tecido (gordura, mineral ou músculo) se encontra. É um exame indolor e sem efeitos colaterais.


Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


logob

Sou formado desde 2010 pela Universidade Federal de Rondônia e moro em Brasília há 8 anos após ter vindo servir o Exército Brasileiro. Sou Servidor da SES/DF há 6 anos na função de Médico de Família e Comunidade/Clínica Médica, sendo função atual na SES.

© 2018 Dr Temistocles Neto. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: UPJÁ