OUTUBRO ROSA FATORES DE RISCO PARA CÂNCER DE MAMA: VERDADE E MITOS

9 de outubro de 2019 por Temistocles Neto0
WhatsApp-Image-2019-10-06-at-23.39.22-1200x1200.jpeg

O mês de outubro é o escolhido para campanhas de prevenção ao câncer de mama. O outubro rosa tem por objetivo despertar e lembrar as mulheres da importância do autoexame da mama, da realização de mamografia e de ultrassonografia das mamas. Mas esquecendo um pouco o diagnóstico precoce, quais as condições efetivamente relacionadas com aumento do risco ao câncer de mama?

Há fatores de risco não modificáveis (como a genética por exemplo) e fatores modificáveis, ou seja, aqueles que você mulher pode efetivamente fazer para reduzir o risco de câncer de mama.

Dos fatores de risco modificáveis a obesidade, sedentarismo, consumo regular de álcool e uso de hormônios sintéticos (anticoncepcionais e terapia de reposição hormonal) são algumas das condições de risco onde há mais evidências.
Obesidade: mulheres acima do peso ou obesas, principalmente se o ganho de peso foi na idade adulta ou logo após a menopausa.

Sedentárias: mulheres sedentárias possuem risco aumentado. Nos estudos, mulheres com atividade física a partir de 30 minutos (isso mesmo, só 30 minutos) por semana já tiveram um risco menor de câncer de mama no entanto a redução maior desse risco foi observada nas que se exercitaram moderadamente até 150 minutos por semana ou 75 minutos por semana em ritmo intenso.

Consumo de álcool: as mulheres com consumo de álcool de duas ou mais doses de bebida por dia tem 20% mais chances de câncer de mama do que as mulheres abstêmias.

Uso de hormônios sintéticos: uso de anticoncepcionais e terapia de reposição hormonal foram associados ao aumento do risco.

Alguns fatores de risco ainda não possuem tantas evidências, mas com certeza vale a pena conhecer:

Tabagismo – apesar de associado e fator de risco para quase todos os tipos de câncer conhecidos, as pesquisas mais antigas não evidenciavam relação entre tabagismo e câncer de mama. No entanto pesquisas mais recentes apontam para a direção da associação de risco entre tabagismo e câncer de mama – novas pesquisas estão em andamento para um “veredicto” final.

Uso de produtos de beleza e plásticos em geral – esses produtos contém substâncias que agem como se fossem hormônios no corpo da mulher, gerando “sinalizações” equivocadas. Ainda restam pesquisas mais abrangentes para a definição do risco desses produtos.

Alguns fatores de risco que são muitas vezes veiculados na internet são falsos. Dentro dessa categoria, de fatores de risco que são mitos, encontramos o uso de prótese de mama, uso de desodorante e uso constante de sutiã.

Nesse mês de outubro é fundamental o auto-exame e a rotina de exames de imagem, mas é igualmente importante você poder conhecer os fatores de risco que estão totalmente sobre seu controle. Gerenciando seu peso, atividade física, sono e dieta, você reduz a chance de câncer de mama e ainda fica muito mais saudável.

Fontes:
American Cancer Society


Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


logob

Sou formado desde 2010 pela Universidade Federal de Rondônia e moro em Brasília há 8 anos após ter vindo servir o Exército Brasileiro. Sou Servidor da SES/DF há 6 anos na função de Médico de Família e Comunidade/Clínica Médica, sendo função atual na SES.

© 2018 Dr Temistocles Neto. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: UPJÁ