Suplementação de CoQ10 em mulheres com síndrome de ovário policístico

1 de outubro de 2019 por Temistocles Neto0
WhatsApp-Image-2019-09-25-at-20.29.29-1200x1200.jpeg

Um estudo relatado na edição de janeiro de 2017 da Clinical Endocrinology avaliou os efeitos da suplementação de coenzima Q10 em mulheres com síndrome de ovário policístico, que resultou em menor nível de glicose plasmática, menor nível de insulina, resistência à insulina e colesterol LDL.

Nos estudos, entre as participantes suplementadas com CoQ10, sintomas da síndrome como perda de cabelo e acne foram reduzidos, além de apresentarem menor glicemia em jejum, menor insulina sérica e menor resistência à insulina, além de menor colesterol total e menor LDL.

A suplementação com a coenzima Q10 pode representar um potencial terapêutico para as mulheres que sofrem da síndrome do ovário policístico.

Fonte: Clinical Endocrinology, 2016


Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


logob

Sou formado desde 2010 pela Universidade Federal de Rondônia e moro em Brasília há 8 anos após ter vindo servir o Exército Brasileiro. Sou Servidor da SES/DF há 6 anos na função de Médico de Família e Comunidade/Clínica Médica, sendo função atual na SES.

Posts Recentes

© 2020 Dr Temístocles Neto. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: UPJÁ