Viagra e performance esportiva

13 de janeiro de 2020 por Temistocles Neto0
WhatsApp-Image-2020-01-13-at-09.29.53.jpeg

Viagra 💊 e performance esportiva 💪

Em 1998 foi aprovado pelo FDA, a primeira medicação para o tratamento da impotência masculina: Sildenafil. Ela é um inibidor seletivo da enzima PD5-E encontrada em várias artérias, principalmente na artéria pulmonar – responsável por levar sangue para o pulmão. Ao diminuir a PD5-E há um aumento de do fluxo sanguíneo para o pênis, mantendo a ereção por mais tempo.

O que nem todo mundo sabe é que este efeito sobre a ereção foi descoberto como um efeito colateral. A medicação estava sendo investigada para o tratamento de hipertensão arterial 💓 e angina.

Estudando o mecanismo de ação do medicamento sobre o pulmão alguns pesquisadores questionaram se essa medicação também poderia ser útil para a performance esportiva 🏃‍♂️💪, principalmente onde há baixa quantidade de oxigênio, como em competições em locais acima de 2.000 metros de altitude.

Em março de 2019, foi publicado um grande estudo sobre o assunto. Afinal, Sildenafil ajuda ou não a performance esportiva? A conclusão:
.
.
✔️ Foi eficiente para diminuir a pressão da artéria pulmonar.
✔️ Foi discretamente eficiente para melhorar a capacidade do coração em bombear sangue
✔️ Não melhora a performance esportiva de forma significativa, mas talvez existam discretos benefícios.

Referência:
https://bmjopensem.bmj.com/content/5/1/e000526

#viagra #sildenafil #nutrologia #nutrologiaesportiva #love #medicinadoexercicio #medicinadoesporteedoexercicio #medicinadoexercicioedoesporte


Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


logob

Sou formado desde 2010 pela Universidade Federal de Rondônia e moro em Brasília há 8 anos após ter vindo servir o Exército Brasileiro. Sou Servidor da SES/DF há 6 anos na função de Médico de Família e Comunidade/Clínica Médica, sendo função atual na SES.

Posts Recentes

© 2020 Dr Temístocles Neto. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: UPJÁ