VITAMINAS PARA REDUZIR A QUEDA DE CABELO

27 de agosto de 2019 por Temistocles Neto0
queda-de-cabelo-1-1200x1200.jpg

A perda de cabelo é um processo complexo que envolve vários mecanismos genéticos, hormonais e ambientais. Assim como a nossa pele, o folículo piloso está sujeito ao envelhecimento intrínseco e extrínseco. Os fatores intrínsecos incluem nossos mecanismos genéticos e epigenéticos, e fatores extrínsecos incluem tabagismo e radiação UV.

Muitas vezes a perda de cabelo pode ser causada ou potencializada por deficiências de vitamina. Se essa for a causa, é facilmente corrigível pela adição de alimentos ricos em vitaminas na sua dieta ou à suplementação.

Vitaminas amigas dos cabelos:

Ômega 3
As gorduras Omega-3 nutrem os cabelos, ajudam o espessamento do cabelo e reduzem a inflamação que pode levar à perda de cabelo.

Zinco
Os compostos de zinco oral têm sido usados ​​há décadas para tratar distúrbios como eflúvio telógeno e alopecia areata, formas de perda de cabelo. O zinco é um potente inibidor da regressão do folículo capilar, e acelera a recuperação do mesmo. Estudos sugerem que alguns pacientes com alopecia areata têm deficiência de zinco e a terapia oral com sulfato de zinco serve como um tratamento eficaz.

Biotina e B5
A biotina e ácido pantotênico (vitamina B5) foram utilizados como tratamentos alternativos para a perda de cabelo. A biotina beneficia o seu cabelo através da reconstrução das telhas do cabelo que foram danificadas por excesso de shampoo, exposição ao sol, secagem ou outros fatores agressores. Comer alimentos que contém biotina e vitamina B5, como ovos, carne bovina, frango também ajudam a evitar a deficiência e auxiliam no crescimento do cabelo.

Ferro
Vários estudos examinaram a relação entre deficiência de ferro e perda de cabelo e alguns sugerem que a deficiência de ferro pode estar relacionada à alopecia areata, alopecia androgenética, eflúvio telógeno e perda de cabelo difusa.

Para aumentar o crescimento do cabelo, adicione alimentos ricos em ferro em sua dieta todos os dias, como espinafre, acelga-suiça, gemas, carne bovina e feijão preto.

Vitamina D
Os folículos pilosos são altamente sensíveis aos hormônios e a vitamina D é um hormônio que desempenha um papel importante na homeostase do cálcio, na regulação imune e na diferenciação do crescimento celular. Pesquisas sugerem que níveis insuficientes de vitamina D foram implicados em uma variedade de doenças auto-imunes, incluindo alopecia areata.


Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


logob

Sou formado desde 2010 pela Universidade Federal de Rondônia e moro em Brasília há 8 anos após ter vindo servir o Exército Brasileiro. Sou Servidor da SES/DF há 6 anos na função de Médico de Família e Comunidade/Clínica Médica, sendo função atual na SES.

Posts Recentes

© 2020 Dr Temístocles Neto. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: UPJÁ